Translate

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Pesquisador utiliza forma matemática e consegue definir provável tamanho e peso de alienígenas


Um pesquisador da Universidade de Barcelona divulgou um estudo um tanto quanto curioso sobre o provável tamanho de um ser extraterrestre caso um dia seja encontrada uma outra civilização no Universo. Como seriam as criaturas? O autor do trabalho, Fergus Simpson, chegou à conclusão de que seriam grandes, com peso aproximado de 300 quilos, algo equivalente a um boi ou a um urso.

Para chegar ao número, Simpson usou como base o Teorema de Bayes e cálculos matemáticos desta mesma linha, que propõem estimativas que mudam de acordo com a informação disponível. Simpson usou critérios como o tamanho dos planetas já encontrados e qual seria a proporção tamanho do território x população. Seus cálculos indicam que, no caso de encontrar uma civilização extraterrestre, é mais provável que ela habite um planeta menor do que a Terra, com uma população de 50 milhões de indivíduos, com peso em torno de 300 quilos.
Como ainda não há evidências sequer de que exista uma civilização pelo Universo que não seja a nossa, o estudo de Simpson encontrou alguma resistência entre seus pares. Alguns levantaram o ponto de que nada pode colocar os seres humanos como exemplo randômico de civilização no Universo, pois nós podemos ser justamente a exceção. Além disso, não haveria razões para criar uma proporção entre o tamanho do planeta e sua população.
Apesar das críticas, muitos aplaudem o fato de que o estudo colocou o debate sobre a existência de seres extraterrestres no centro da discussão.
As hipóteses de seres maiores do que seres humanos já não é antiga. Nos Estados Unidos, existe um grupo de pesquisadores que dedicam suas vidas em busca do mitológico Pé Grande. Eles asseguram que esse ser existe e caminha livre pelas montanhas Olympic, nos EUA, mesmo local onde diversas vezes óvnis foram avistados por civis que passavam pela região.