Translate

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Por que a água fica com um gosto estranho do dia para a noite?


O primeiro fator é a temperatura. Se você bebe água do filtro, a tendência é que ele venha mais fresco do encanamento. Se você bebe água mineral, ela possivelmente estava na sua geladeira. Então, para dar um exemplo mais fácil de ser lembrado, pense na cerveja geladinha X cerveja quente. O gosto é bem diferente, certo?
Isso porque quando algo é gelado, ele amortece suas papilas gustativas. E quanto mais quente a bebida estiver, maior vai ser a velocidade de suas moléculas - e seu gosto será mais acentuado.
Mas a temperatura não é a única culpada. Se você bebe água da torneira ou do filtro, bebe cloro, que é adicionado à água para matar patógenos perigosos. O cloro é altamente volátil e se dissipa rapidamente no ar - então a água que fica exposta por muito tempo perde essa substância. E, por bebermos essa água desde que nascemos, estamos condicionados a associar um leve sabor de cloro com a refrescância. 
Aí entram os gases dissolvidos. Quando a água fica exposta e em repouso, pequenas quantidades de dióxido de carbono se dissolvem dentro da água, formando ácido carbônico, que baixa o pH da bebida. 
E se a água está parada por um tempo maior - digamos dias - os micróbios entram no jogo. Pequenas algas produzem um gosto mais terroso - culpa de uma molécula que elas secretam chamada geosmina que, curiosamente, é o que provoca o típico cheiro da chuva. Então se você já chegou nesse ponto com a garrafinha de água do trabalho, talvez seja a hora de trocar a água ali de dentro. 
Via Wired