Translate

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Não era como pensávamos? O Grande Colisor de Hádrons revoluciona a origem do universo


Durante um experimento no Grande Colisor de Hádrons, um grupo de pesquisadores do Laboratório Europeu de Física de Partículas (CERN), em Genebra, descobriu que o universo primitivo pode ter sido líquido, uma idéia que revoluciona as teorias atuais.


Os cientistas no CERN  tentaram recriar 'sopa de partículas elementares (plasma quark-glúon)' as chamadas geradas imediatamente após o Big Bang ocorrer, publica "The Daily Mail '. Para reproduzir este estado da matéria, os investigadores levaram núcleos a colidirem e prótons a uma temperatura superior a 250.000 vezes o núcleo Sol, necessária para a existência da condição de plasma.

Os resultados da experiência no LHC  são revolucionários porque o material resultante não se comporta como um gás, mas como um líquido. O plasma criado consistia em gotículas que são 100.000 vezes menores do que um átomo de hidrogênio.

Assim, o universo primitivo pode ter parecido mais com um líquido do que uma nuvem de gás extremamente quente, o que era  acreditado atualmente. "Todo mundo ficou surpreso quando descobrimos a prova deste comportamento de fluido. Isto tem causado debates intensos", revela Shenguang Tuo, diretor de pesquisa.
RT

#Naty