Translate

terça-feira, 3 de novembro de 2015

NASA vai investigar a origem de uma suástica gravada no Cazaquistão há 8.000 anos atrás


NASA divulgou imagens de satélite que revelam a presença de cerca de 260 figuras geométricas gravados em um estepe do Cazaquistão. Algumas das formas são semelhantes às suásticas, segundo os especialistas, seria obra de civilizações antigas de 8.000 anos atrás. A NASA vai tirar fotos mais precisas da região na esperança de decifrar esses geoglifos.


A origem dos geoglifos descobertos em um estepe do Cazaquistão permanece um mistério, reconhecem os arqueólogos Irina Shevnina e Andrew Logvin. Especialistas acreditam que as estruturas estranhas, algumas cruzes suásticas, tenha sido usadas ​​por civilizações antigas para realizar rituais, porque existe vestígios arqueológicos. Os astronautas da NASA na ISS, esta semana pediram para fotografar a região a partir do espaço na esperança de decifrar esses geoglifos, relata The Daily Mail '.

A presença destas formas em Turgai, Cazaquistão, foi descoberto através do Google Earth na Universidade de Kostanay (Cazaquistão) e da Universidade de Vilnius (Lituânia) em 2007. "Eu não acho que eles foram feitos para ser visto a partir do ar" diz o especialista Dmitriy Dey, que rejeita as crenças populares, segundo a qual as figuras foram criadas por extraterrestres. Segundo ele, alguns foram construídas ao longo de linhas retas e foram usadas ​​como observatórios horizontais para acompanhar os movimentos do sol nascente de um modo semelhante ao Stonehenge.

Embora a suástica é associada com os nazistas, na verdade, é um símbolo de milhares de anos de idade que foi usado para representar a prosperidade e poder. No hinduísmo, budismo e jainismo representa sorte e é também um motivo decorativo popular da cultura grega, romana, celta e da arte bizantina.
RT

#Naty