Translate

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

'Avatar': Cientista russo propõe colonizar a Lua com um inovador robô



Cientista russo Oleg Saprykin introduziu uma idéia de colonização lunar inovadora com a ajuda de um robô-avatar que representa o corpo humano. O humanóide seria dirigido a partir da Terra ou do espaço.

O chefe de programas tripulados desenvolvidas pela agência espacial russa  Roscosmos, Oleg Saprykin, acredita que no trabalho na superfície lunar poderia ser usado avatares robóticos que seriam geridos por um homem da Terra ou do espaço. Os cientistas poderiam controlar um robô-avatar mecânico através de um exoesqueleto com acoplamento cinemático inverso. O exoesqueleto iria replicar o corpo humano.
"Com a utilização de um robô deste tipo, seria possível viajar através do sistema solar. E na superfície da Lua ele seria muito interessante " diz Saprykin para  RIA Novosti.

O que fará a gestão deste robô na Lua? 

Na verdade, graças a atrasos na comunicação de ida e volta entre o satélite natural da Terra e em tempo real, o robô exercerá todas as ações que indicam a distância com uma diferença de não mais de quatro segundos, de acordo Saprykin que disse durante a conferência de imprensa dedicada à missão espacial tripulada a Marte. Mais cedo, o chefe do Centro de Treinamento de Cosmonautas Yuri Lonchakov, informou que robô russo seria enviado para a Estação Espacial Internacional (ISS).
O robô humanóide russo SAR-401 foi desenvolvido pela Associação de Produção Científica e nomeado "tecnologia Android 'pelo Instituto Central de Engenharia Mecânica. Ele foi apresentado  em novembro de 2013, no Centro de Treinamento de Cosmonautas Yuri Gagarin, em Star City, nos arredores de Moscou. Em seguida, a empresa criou um modelo de teste, capaz de realizar até 50 operações em espaço aberto.