Translate

segunda-feira, 30 de março de 2015

Projeto revolucionário: os cientistas chineses pretendem construir uma central de energia solar no espaço


"Os painéis solares são enormes e cobrem uma área de 5-6 quilômetros quadrados (...) o que provavelmente contribui para o PABX poder ser visto da Terra como uma estrela", diz o professor da Academia Chinesa de Ciências, Wang Xiji .

Prevê-se que eletricidade e produtividade diária nesta planta solar irá atingir 99%, enquanto que a do núcleo instalado na terra, depende de fatores como tempo e condições atmosféricas .

Para fazer os seus planos a China precisa construir foguetes com maior força de elevação, uma vez que  hoje as naves podem transportar cargas de mais de 100 toneladas e se estima que a central pesará mais de 10.000 toneladas.



Mas Li Ming, vice-presidente da Academia Chinesa de Tecnologia Espacial, estimou que "até 2020 a China vai construir uma fábrica, que visa desenvolver a produção de energia através do espaço".
RT